“A basic aspect of all media: the experience in one is
transmited and translated into a different experience in another”
Marshall McLuhan

“A basic aspect of all media: the experience in one is transmited and translated into a different experience in another” (Marshall McLuhan)

 

‘The Medium is the message’ é a expressão que mais facilmente identifica o trabalho de Marshall McLuhan. Autor cujo trabalho se evidenciou nas décadas de 60 e 70 por uma análise perspicaz do impacto dos novos media na sociedade em que se integravam. Rapidamente os seus textos se destacaram, sendo por vezes interpretados incorrectamente por um olhar demasiado literal dos mesmos.

 

 ‘O meio é a mensagem’ é disto exemplo. Um olhar mais superficial poderia levar à conclusão de que a mensagem do autor, neste caso em particular, afirmava a irrelevância do conteúdo da mensagem comunicada em favor do meio segundo o qual esta era transmitida. Algo que após alguma ponderação das análises do autor facilmente se depreende como falso. A mensagem, aquando do processo de comunicação, é de facto o mais relevante, aquilo que mais facilmente é retido pelos intervenientes do processo. Por exemplo, se alguém refere uma notícia a outra pessoa o mais importante a reter é o conteúdo informativo da notícia mais que o meio pelo qual esta chegou até ao interlocutor. O meio de comunicação só é referido se de alguma forma for relevante para o conteúdo da mensagem, algo que raramente se verifica. Por outro lado, apesar de irrelevante para o conteúdo , o meio vai sempre condicionar a percepção que o indivíduo vai ter da mensagem. O meio não é de facto (literalmente) a mensagem mas condiciona-a. Seguindo o mesmo exemplo anterior, o indivíduo que recebeu a notícia em primeiro lugar ficará tanto mais ou menos afectado quanto o mais ou menos explicita for a forma como lhe chegar a mensagem, grau esse apenas permitido pelas potencialidades do meio de transmissão.

 

O mais relevante a ter em linha de conta neste aforismo de McLuhan é o facto de que a longo prazo o meio se torna de facto mensagem na medida em que ao nível da interacção entre o público e os meios de comunicação estes ganham uma nova dimensão. Por exemplo, o acto de ver televisão ganha uma influência mais significativa na vida das pessoas que o conteúdo em particular de um programa ou notícia. O surgimento de novos media actua na população ao potencializar novos paradigmas de comunicação e alterações de comportamentos e dinâmicas sociais em grande escala. Isso foi verdade para o surgimento da Imprensa, que mais que transmitir texto potenciou a própria literatura; para os jornais que mais que transmitir notícias potenciaram a informação para todos e a livre circulação de ideias; para a televisão que democratizou o entretenimento, permitindo novos níveis de partilha social; bem como continua a ser verdade nos dias de hoje com a internet que potencializa novas realidades de inter-relações dentro de uma rede onde todos estão de alguma forma interligados entre si.

the_medium_is_the_message

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: